Blog

Você está em: Home Blog
Como a atividade física melhora o funcionamento cerebral? Jun, 19 - 2019

Como a atividade física melhora o funcionamento cerebral?

A atividade física está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas, devido aos inúmeros benefícios que sua prática regular traz para a saúde mental e física. Ao notarem mudanças significativas no corpo e no bem-estar geral, os adeptos de algum exercício, normalmente, não se imaginam mais no sedentarismo. Dentre as inúmeras vantagens de manter o organismo ativo estão:

Emagrecimento e aumento de massa muscular

Um dos maiores objetivos de quem resolve começar um exercício físico, está na mudança da aparência. Constância nos treinos e alimentação balanceada são essenciais para atingir essas metas, e ainda tem o bônus de melhorar o aspecto da pele.

Melhora da autoestima e bem-estar

Estar em um ambiente com pessoas diferentes, promove a socialização e o espírito coletivo, principalmente em modalidades como o Crossfit, diminuindo até mesmo sintomas de depressão.

Aumenta o desempenho escolar em crianças e adolescentes

A prática de atividades por indivíduos entre 6 e 15 anos, mostra que as notas na escola melhoram, além de propiciar a socialização e a interação.

Aumenta a disposição

Pode parecer que, ao nos movimentarmos nos treinos, ficamos mais cansados, mas ocorre exatamente o contrário, diminuindo o cansaço e o estresse e dando mais disposição.

Previne doenças

Ao nos exercitarmos são fortalecidos ossos e articulações, melhoramos a postura e a imunidade e como consequência temos menos dor, diminuindo as chances de apresentar doenças cardiovasculares.


Além de todos esses benefícios, a atividade física ajuda no bom funcionamento de um dos dos principais órgãos do corpo humano, pois é a partir do cérebro que desenvolvemos todas as funções necessárias ao longo do dia. Assim, você tem mais um motivo para treinar, pois ele sofre mudanças positivas no decorrer do exercício, contribuindo para o aprimoramento de algumas habilidades como: disciplina, resiliência, motivação, concentração e trabalho em equipe. Mas o que acontece durante esse processo cerebral? Veja abaixo algumas modificações que ocorrem:

Desenvolvimento da memória

Ao contrair a musculatura, são liberadas substâncias que fazem com que novos vasos sanguíneos sejam criados, deixando vias cognitivas mais eficientes, retardando perdas neurológicas.

Mais nutrientes e fluxo sanguíneo

Os movimentos executados contribuem para a mais rápida troca de mensagens entre os neurônios, que são multiplicados. Com isso, há a melhora do desempenho das funções cerebrais, com mais oxigênio, o que ajuda a controlar ansiedade e depressão, por exemplo.

Neurotransmissores

Os neurotransmissores são responsáveis por enviar informações a outras células com o objetivo de exercer diferentes funções do corpo humano. Com a prática de exercícios físicos são alguns deles são estimulados, os quais são de extrema importância para o organismo, como:

  • Dopamina: ajuda no controle de movimentos, melhorando humor, aprendizado, cognição, motivação e memória.
  • GABA: auxilia na regulação da transmissão dos impulsos nervosos e do tônus muscular.
  • Serotonina: influencia para a melhora do humor, ansiedade, sono, controle de hormônios e alimentação.
  • Glutamato: facilita a adaptação do cérebro, estabelecendo novas conexões de neurônios.

Nosso cérebro é um órgão complexo que necessita de estímulos para melhorar seu desempenho a cada dia. Por isso, o ser humano precisa de motivação, que nada mais é do que o motivo seguido da ação.


Após ler esse texto ainda quer mais motivos para sair do sedentarismo e movimentar seu corpo?

Agenda um treino experimental e vem pro CrossFit Laçador para proporcionar esses e outros benefícios para seu organismo.

Compartilhar